Mercado Imobiliário

Afinal, como o valor do metro quadrado é calculado? Descubra!

fevereiro 27, 2020
Tempo de leitura 3 min

Antes de definir o preço de um apartamento ou casa, é fundamental entender como o mercado imobiliário avalia o valor do metro quadrado. Os indicadores para essa análise são: o estilo do projeto, sua dimensão, a qualidade dos materiais aplicados, entre outros fatores que colaboram com a valorização de um imóvel. Até mesmo sua localização influencia na precificação, a depender da cidade ou região.

Neste post, vamos mostrar como calcular corretamente a área de um empreendimento e apresentar alguns detalhes que possam lhe ajudar na hora de definir o valor adequado para a sua casa ou apartamento. Boa leitura!

Como calcular o metro quadrado de um imóvel?

A metragem do imóvel é um aspecto essencial na hora de definir o seu valor. Para isso, é necessário começar medindo o comprimento e a largura de cada cômodo do empreendimento, lembrando que não é necessário incluir casas decimais além do centímetro.

Após calcular a área de todos os ambientes da casa ou do apartamento, faça a soma total desses valores e o resultado será o metro quadrado do seu imóvel. O cálculo pode variar um pouco por conta do desconto ou acréscimo das espessuras das paredes, no entanto, essa é a área útil disponível.

O que envolve o valor do imóvel?

A localização é o fator que mais influencia no valor de um imóvel. Uma vez que a proximidade com as principais vias de acesso da cidade, pontos comerciais, escolas e local de trabalho são áreas muito mais valorizadas pelos compradores. Mas é possível avaliar outros aspectos, por exemplo:

Verifique as dimensões

A dimensão do empreendimento também tem grande interferência com relação ao preço. Considerando o metro quadrado, espaços mais amplos tendem a ter o seu valor mais alto em comparação a outras opções menores no mesmo local, por exemplo.

Analise as características do imóvel

Em alguns caso, é importante considerar o projeto arquitetônico. Espaços com designs tradicionais geralmente são mais caros do que apartamentos com arquitetura diferenciada da qual vai atrair apenas um público específico. Portanto, quanto mais neutra for a estética do seu imóvel, maior será o seu valor, especialmente com relação à revenda.

Veja a vizinhança

A escolha do bairro é um dos maiores influenciadores do valor de uma casa ou apartamento, responsável por aspectos qualitativos de um imóvel. Desse modo, regiões com baixas taxas de criminalidade estão positivamente correlacionadas aos altos preços das propriedades na vizinhança.

Considere a conservação do imóvel

Além de tudo, é fundamental levar em conta a conservação do imóvel. A tendência é que as construções mais novas sejam mais caras do que as antigas. Isso porque exigirão menos manutenção. Contudo, um imóvel antigo que tenha sido bem conservado pode ser vendido rapidamente, bem como uma propriedade atual. Nessas situações, a boa condição da sua estrutura, do sistema elétrico e encanamentos do projeto é essencial para a sua valorização.

Do mesmo modo, o valor do metro quadrado envolve o estado do mercado imobiliário. O preço do imóvel é adaptado pela oferta e demanda, podendo flutuar conforme as mudanças na economia da sua região. Por exemplo, se houver poucos patrimônios disponíveis e muitas pessoas desejando a sua localização ou se a economia do país estiver indo bem, o custo aumentará.

Gostou deste post? Aproveite a visita em nosso blog e veja o que levar em conta ao escolher uma construtora de imóveis para fazer a melhor escolha na hora de conquistar o seu patrimônio!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário